Novidades

01 Junho, 2015
Grobocopatel: da soja à biotecnologia
Gustavo Grobocopatel tem 53 anos e é conhecido como "o rei da soja" na Argentina. Graças à sua gestão, hoje estudada nas mais importantes escolas de negócios do mundo, como Harvard, a empresa de agricultura familiar fundada por seu pai, Los Grobos, tornou-se multinacional.

As chaves para o sucesso da gestão do Grobocopatel são duas:

Em primeiro lugar, o seu modelo de negócio centra-se na gestão da terra e não na propriedade da terra ou na maquinaria que os trabalha. Graças a esse modelo, a Los Grobo conseguiu deixar de ser proprietária e controlar o uso de cerca de 1.000 hectares para administrar campos próprios e de terceiros, com uma área superior a 350.000 hectares.

Em segundo lugar, o uso intensivo de tecnologia. Desde que assumiu a administração da Los Grobos, a Grobocopatel optou pelo uso da tecnologia em sua gestão agrícola. Por exemplo, há muitos anos vem usando sementes transgênicas e agricultura sem plantio direto ou semeadura direta.

Apesar de seu sucesso comercial e do grande potencial que vê para a agricultura, "o rei da soja" está em plena reorganização de seus negócios para migrar da produção de grãos para a prestação de serviços de biotecnologia e semeadura de precisão.

Para a Grobocopatel, a fim de modernizar a agricultura e resolver os problemas de segurança alimentar, pobreza rural e degradação ambiental, os países devem pensar e operar campos agrícolas como fábricas sem chaminés que não emitem dióxido de carbono, mas o consomem; quem usa a energia renovável do sol; que permitem manter a população nas áreas rurais; e isso permite assegurar padrões de vida decentes para os agricultores.

--
Fonte:
www.proexpansion.com
Tradução automática do espanhol.

Voltar