Novidades

14 Outubro, 2020
O governo pretende multiplicar o comércio bilateral com a Índia
O Ministro de Desenvolvimento Produtivo, Matías Kulfas; e o embaixador da Índia na Argentina, Dinesh Bhatia, lançou o Conselho Empresarial Índia-Argentina, formado por 26 empresas e câmaras dos dois países.

O Ministro de Desenvolvimento Produtivo, Matías Kulfas; e o embaixador da Índia na Argentina, Dinesh Bhatia, lançou o Conselho Empresarial Índia-Argentina, formado por 26 empresas e câmaras dos dois países.

“Temos a responsabilidade de desenvolver o enorme potencial que existe em matéria comercial entre a Argentina e a Índia, em benefício de ambas as nações”, disse Kulfas na cerimônia de abertura do Conselho Empresarial, ao convidá-los a “trabalhar junto com o setor privado para promover novos canais de intercâmbio econômico ".

“A Índia tem potencial para ser um parceiro importante para a Argentina também em termos de investimentos”, acrescentou Kulfas, que destacou os setores farmacêuticos para esses fins; conhecimento econômico; energia limpa, principalmente solar e eólica; da indústria de satélites; energia nuclear e fabricação de motocicletas.

Kulfas destacou a consolidação dos laços comerciais bilaterais nos últimos anos e alertou que "ainda há um longo caminho a percorrer".

“As exportações ainda estão muito concentradas em poucos produtos, principalmente derivados de soja. A economia indiana tem alicerces para crescer de forma consistente como vem fazendo nas últimas décadas, o que significa fortalecer o mercado interno e o poder de compra de seus consumidores, o que deve nos estimular a fazer crescer ainda mais as exportações ”, disse o ministro.

“O crescimento da economia indiana, o aumento do consumo interno e o crescimento da classe média são uma oportunidade para as exportações argentinas”, disse.

“Apesar da difícil situação global devido à Covid-19, as possibilidades e oportunidades são enormes. Estamos unidos por valores e princípios como o multilateralismo, a democracia, o combate à pobreza e a busca por uma ordem de comércio justa que leve em consideração as enormes assimetrias existentes no mundo ”, concluiu o ministro.

Por sua vez, Bhatia garantiu que depois de sua chegada ao país há quatorze meses, a Argentina "se apaixonou" e destacou as semelhanças que existem entre as duas nações, até porque "são membros do G20 com populações que crescem em taxas semelhantes com um percentual dos jovens que representam mais de 40% em ambos os países ".

“O conselho econômico é uma iniciativa da minha embaixada e as empresas ficaram com a fundação. Tem uma composição diversa que vai servir para assessorar o setor privado e coordenar ações entre os dois governos. Está trabalhando com objetivos de curto e longo prazo para poder explorar o verdadeiro potencial da relação bilateral. Convido as empresas a aderirem ”, afirmou o diplomata.

Afirmou ainda que acredita “firmemente que isto representa apenas uma fracção do potencial máximo que existe entre os dois países” e destacou que “a criação deste Conselho servirá de catalisador para continuar o desenvolvimento de uma parceria estratégica entre Índia e Argentina, como seja entre empresas ou de empresas para governo e também, mais importante, entre pessoas”.

Por sua vez, Bhatia especificou que “o Conselho permitirá aprofundar questões como estruturas econômicas, restrições monetárias, questões financeiras, estruturas tarifárias em ambos os países para identificar barreiras ao crescimento holístico dos laços econômicos”.

Entre as 26 empresas e câmaras que atualmente compõem o Conselho estão a União Industrial Argentina (UIA), a Sociedade Rural Argentina (SRA), a Câmara da Indústria do Petróleo da República Argentina (Ciara), a Câmara Argentina de Comércio e Serviços ( CAC), Globant, Techint, Los Grobo, Invap, Impsa, OLX, Glenmark Pharma, entre outras empresas locais e indianas.

A cerimônia de lançamento -que aconteceu na embaixada da Índia- contou com a presença da Subsecretária de Negociações Econômicas Multilaterais e Bilaterais do Itamaraty, Carola Ramón; Gustavo Idígoras, titular da Ciara; Gustavo Grobocopatel, presidente da Los Grobo e Daniel Pelegrina, presidente da SRA.

A Comissão Executiva do Conselho Empresarial estará integrada por Pablo de Lafuente da Advanta, Gustavo Grobocopatel da Los Grobo, Martin Schwartz da Royal Enfield, Mariano Rosada da Glenmark Pharma e José Toscano da Godrej. agritotal.com

Tradução automática do espanhol.

Voltar