Novidades

05 Agosto, 2020
O Grupo Los Grobo lança o seu primeiro híbrido de milho de marca própria para o mercado
O Grobo 1923 BTRG é um material muito estável, prolífico e ideal para os plantios de densidade média e baixa. Com tolerância à diatraea, a principal praga do milho, é resistente ao glifosato.

É um híbrido de ciclo completo com alto potencial de rendimento com características destacadas a nível sanitário e agronômico.

Devido a sua marcada adaptabilidade em diferentes entornos, será uma opção altamente competitiva, tanto para o sul de Córdoba quanto para o Oeste da Província de Buenos Aires, assim como também nas semeaduras antecipadas na Província de Entre Rios, sudeste e sudoeste da Província de Buenos Aires afirmou Guillermo Alonso, Técnico assessor de “Los Grobo Agropecuária” para a Efarm News.

Tal como explica a companhia, Los Grobo tem levado a cabo uma série de ensaios importantes sob os respectivos protocolos em diferentes áreas do país, onde os próprios produtores tiveram a oportunidade de avaliar, junto com os técnicos de companhia, o Grobo 1923 BTRG nas situações mais diversas, com excelentes resultados.

“Estamos muito contentes com esse desenvolvimento, uma vez que é o primeiro da companhia e esperamos incorporar outros materiais à carteira de produtos no futuro. A nossa ampla rede de comercialização também nos permitirá chegar até as principais áreas produtivas da Argentina”, acrescentou Alonso.

Los Grobo é um dos principais multiplicadores de sementes da Argentina. A empresa comercializa soja, trigo e cevada e dispões de 30 filiais, permitindo-lhe, assim, chegar ao produtor agrícola argentino de forma direta.

Com respeito à campanha, explicou Alonso: “As vendas de sementes de trigo nos surpreenderam uma vez que superaram as expectativas. Agora a nossa preocupação é sobre o que possa acontecer em algumas zonas onde não há chuvas suficientes, mas, de toda formas, continuamos observando uma campanha de trigo com muito boas expectativas”.

No que respeita ao milho, o assessor técnico de Los Grobo também afirmou, que a pré-venda de híbridos também foi muito boa, mas a partir de maio as vendas começaram a estancar-se  e agora estima-se uma queda no setor de cerca de 10%.  “O produtor argentino tem margens de ganho muito espremidas e, por tal razão, deve ajustar a sua produção para evitar prejuízos em algumas zonas produtivas. Nesse momento, a campanha depende, em grande parte, de que os preços internacionais a acompanhem, acrescentou Alonso. efarmnewsar.com

Voltar